21/02/2024 - Edição 525

Mato Grosso do Sul

Governo do Estado inicia recadastramento de 66 mil segurados na segunda-feira

Publicado em 15/04/2016 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com objetivo de recadastrar 66 mil segurados ativos e inativos vinculados ao MS-PREV dos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público, Tribunal de Contas e Defensoria Pública, o Governo do Estado inicia na próxima segunda-feira (18) na Capital, o Censo previdenciário 2016.

Conforme previsto em calendário a primeira etapa do recenseamento é voltada para segurados ativos efetivos, aposentados e pensionistas do poder executivo. A primeira etapa acontece na Capital a partir de segunda-feira (18) e segue até o dia 3 de junho, com atendimentos no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo e no Memorial da Cultura (antigo Fórum). Nas 23 cidades pólos e outras 5 cidades onde haverá atendimento itinerante (de 1 a 3 dias) o Censo terá início no dia 13 de junho e segue até 29 de julho.

Prevista no contrato de gestão da Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD), a realização do Censo Previdenciário tem a missão de levantar as ferramentas necessárias para que no futuro, o Governo possa aprofundar o debate em relação ao sistema previdenciário do Estado. “O Censo é mais uma iniciativa para levantar as ferramentas necessárias para que no futuro, possamos promover uma discussão mais aprofundada sobre o sistema previdenciário em MS e de fato, construirmos uma previdência mais equilibrada”, pontuou o titular da pasta, Carlos Alberto de Assis.

Para realizar a atualização cadastral é importante que o segurado certifique-se da documentação que deve ser apresentada, e que faça o agendamento prévio, conforme explica a Coordenadora do Censo, Ana Carolina Nardes. “Para realizar o agendamento basta acessar a página do Censo na internet utilizando o nº da matricula e CPF e agendar o melhor dia e horário. Já o segurado que não possui acesso à internet deve estrar em contato com a Central de Atendimento, que vai oferecer todo suporte necessário pelo telefone (67)3323-7356. O objetivo é oferecer um atendimento ágil, humanizado e sem filas” afirma Ana Carolina.

O recenseamento é presencial e obrigatório. Caso o segurado esteja impossibilitado de comparecer aos postos de atendimento é necessário solicitar visita domiciliar, mediante apresentação de atestado médico por procurador ou familiar. O segurado que não participar terá seus vencimentos ou benefícios suspensos ao final do Censo. Para mais informações acesse www.censo.ms.gov.br ou entre em contato pelo (67) 3323-7356 das 08 às 12 e das 13 às 17 horas.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *