25/02/2024 - Edição 525

Mato Grosso do Sul

Expansão da JBS garante geração de 8,9 mil empregos

Publicado em 03/12/2015 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A expansão da atuação da JBS em Mato Grosso do Sul vai proporcionar a geração de 8920 empregos (3120 diretos e 5800 indiretos) nos municípios de Itaporã, Dourados, Sidrolândia e Caarapó, além de fomentar a diversificação da economia e aquecer o desenvolvimento da região Centro Sul do Estado. No total, os investimentos serão R$ 1,167 bilhão a serem concluídos até 2018. Os números do investimento da multinacional do setor de alimentos foram apresentados em Dourados, na terça-feira (1º) no lançamento das ações da indústria pelo presidente de Operações Globais do grupo JBS, Gilberto Tomazoni e pela presidente da JBS Foods, Joanita Karoleski.

Na análise do secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento, Jaime Elias Verruck, “a expansão da JBS terá um impacto muito forte que será sentido por meio da geração de empregos diretos e indiretos e também por meio dos integrados, que são os agentes da cadeia que vão proporcionar a produção que a indústria almeja. Esses integrados vão desde os produtores em si, fornecedores de matéria-prima, de insumos, serviços, embalagens e outros agentes. Se, por um lado o Estado abre mão de receita por meio da arrecadação direta, por outro, nós incentivamos o desenvolvimento dessas regiões dando condições para a geração de mais empregos e para a diversificação da atividade econômica. Quem ganha é a população”.

Gilberto Tomazoni reforçou a importância dos integrados para o sucesso da expansão da JBS e o desenvolvimento econômico da região. “Teremos 622 novos integrados. Sem a participação desses parceiros, além do empenho do governo do Estado, não seria possível anunciar um investimento como esse. Além disso, serão construídos 1788 novos galpões em toda a região, estruturas que deverão ser erguidas com recursos do FCO”, lembrou o presidente de Operações Globais do grupo JBS. Na cerimônia em Dourados, três produtores rurais da região de Sidrolândia assinaram contratos do FCO Rural, no valor total de R$ 10,8 milhões para construção de galpões que vão atender às demandas do JBS.

Nova vocação para Itaporã

A instalação de um frigorífico para o abate de perus em Itaporã também deverá transformar e despertar uma nova vocação na região. O investimento do JBS nessa planta industrial – inédita em Mato Grosso do Sul e que utiliza tecnologia de ponta, desde a produção ao abate – será de R$ 490 milhões, com prazo de conclusão em janeiro de 2018. O empreendimento vai gerar 1450 empregos diretos e 4900 indiretos no município.

“É a realização de um sonho ter uma indústria desse porte em nosso município. Esperamos que, a partir de agora, tenhamos condições de atrair outras indústrias, dando suporte da JBS gerando mais empregos e renda. Esse empreendimento está despertando a vocação para criação de peru, algo inédito no Estado e que muita gente não acreditava ser possível. É uma atividade que vai trazer inovação para nossa cidade e, com certeza irá abrir portas para outros investimentos para toda a região da Grande Dourados”, afirmou o prefeito de Itaporã, Wallas Milfont.

Para a presidente da JBS Foods, Joanita Karoleski, a instalação da unidade em Itaporã “é uma grande oportunidade, avaliamos todas as possibilidades e optamos vir para cá. Nós aproveitamos uma planta de bovinos que já existia na região e estamos complementando o projeto, será uma expansão. Vamos formatar uma indústria extremamente moderna e acreditamos que, com a parceria com o município e o governo do Estado, nós temos a oportunidade de qualificar a mão de obra e preparar a cadeia de integrados como um todo, para poder gerar essa produção”.

Joanita também ressaltou a importância dos integrados. “Já identificamos a necessidade de desenvolver integrados e boa parte será para o peru. É uma oportunidade muito grande de se desenvolver e também buscar fornecedores que integrem essa cadeia, que envolve embalagens, insumos, ingredientes, algo que iremos trabalhar em conjunto com o governo do Estado e as prefeituras municipais das regiões abrangidas pelos investimentos”.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *