21/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Empresas de mineração vão investir US$ 100 milhões na exploração de ferro, manganês e mármore

Com apoio do Governo, Cooperalfa inaugura unidade que vai produzir 500 leitões por dia

Publicado em 19/05/2023 10:59 - Semana On

Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Os investimentos em mineração em Corumbá e Ladário devem superar US$ 100 milhões em perfuração para confirmação de reserva medida de ferro e manganês, pesquisas e sondagens em áreas de mármores, compra de britadores móveis e reforma dos britadores existentes. Os projetos estão sendo realizados nas áreas de mineração em Corumbá e Ladário (Distrito minerário de Ferro e Manganês de Urucum) e nas áreas de calcários e mármores. A meta é aprimorar as operações de extração e beneficiamento de ferro, manganês e mármores na região.

Uma parte substancial desse investimento será destinada à perfuração para confirmação de reservas medidas de ferro e manganês. A atividade é essencial para garantir a precisão dos dados sobre as reservas minerais presentes, permitindo uma exploração mais eficiente e sustentável desses recursos. Com os resultados, o Estado terá uma base sólida para planejar o futuro da mineração na região, principalmente buscar uma siderurgia de porte Nacional ou Internacional, para beneficiar estes minerais de ferro e manganês, agregando valor na produção.

Além disso, parte deste montante será destinado à compra de uma planta móvel moderna, que proporcionará uma maior flexibilidade e eficiência nas operações diárias na extração e beneficiamento de minérios (ferro e manganês). Essa aquisição estratégica permitirá adaptar os processos de extração de acordo com as demandas do mercado, mantendo a qualidade e a produtividade em níveis elevados.

Também está prevista a reforma das plantas existentes em Corumbá e Ladário. Essa modernização garantirá que estas instalações estejam alinhadas com os mais altos padrões de segurança, tecnologia e sustentabilidade ambiental.

As obras ainda permitirão o aumento da capacidade de produção, impulsionando o desenvolvimento econômico da região e contribuindo para a geração de empregos locais.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc), Jaime Verruck, os investimentos planejados reforçam o compromisso contínuo com a mineração responsável e sustentável. “Além de demonstrar a confiança no potencial mineral da região de Corumbá e Ladário, o Governo do Estado está empenhado em ajudar a promover o crescimento econômico, a inovação tecnológica e a preservação do meio ambiente em todas as operações destas mineradoras nestas cidades”, enfatizou o secretário.

Os investimentos revelam ainda o comprometimento das empresas em desenvolver a economia da região. “Estamos entusiasmados com os avanços que serão alcançados com esses investimentos e que permanecem comprometidos em contribuir para o desenvolvimento socioeconômico das cidades de Corumbá e Ladário. Com destaque para as empresas mineradoras MCR Mineração, MMP Mineração, 3A Mining e Vetria Mineração, todas operando no distrito mineral de Urucum, que encontraram no Estado um ambiente propicio para alavancar estas operações minerarias”, salientou Eduardo Pereira, coordenador de Mineração da Semadesc.

As demais empresas que estão pesquisando mármores e calcários são oriundas do maior Estado Produtor de Rochas Ornamentais do Brasil, o Espírito Santo –ES. Eduardo Pereira lembra ainda que as ações devem garantir aumento de ofertas de emprego e arrecadação da CFEM- Contribuição Financeira de Exploração Mineral.

Cooperalfa inaugura unidade que vai produzir 500 leitões por dia

Com foco no desenvolvimento regional e geração de empregos, o governador Eduardo Riedel participou na quarta-feira (17) da inauguração da Unidade de Produção de Leitões (UPL), em Sidrolândia. O empreendimento da Cooperalfa tem investimento de R$ 140 milhões.

“Trabalhamos muito para viabilizar este tipo de investimento, trazendo capital privado. Temos um Estado presente, que cria um ambiente positivo de negócio, e ainda faz sua parte na infraestrutura local. Aqui contribuímos para construção do acesso para unidade”, afirmou o governador.

Riedel ressaltou que o empreendimento traz novas oportunidades, empregos e renda para toda região. “Temos uma carteira de investimento privado de R$ 60 bilhões no Estado, sendo quase 40% vindo do sistema cooperativista. Isto traz um diferencial, cria uma referência, envolve as pessoas da região, com uma relação de confiança com a nossa gente”, completou.

A unidade começou a ser projetada em 2019 e ficou pronta em abril deste ano. Ela terá a capacidade de produzir 500 leitões por dia. O empreendimento tem 323 hectares de área, que dispõe do setor administrativo e dois sítios, sendo o primeiro com três pavilhões e o segundo com mais dois (pavilhões). O governador visitou a unidade durante a tarde, conferindo in loco o funcionamento de cada setor.

A prefeita Vanda Camilo agradeceu ao grupo por ter escolhido o Estado e Sidrolândia para lançar sua nova unidade. “Um presente para cidade que completa 70 anos de existência em 2023”.

O presidente da Cooperalfa, Romeo Bet disse que é um orgulho dispor desta unidade em Sidrolândia. “Inaugurar uma obra da magnetude da UPL é motivo de alegria, ver o olhar no rosto de cada um que participa deste projeto. O agro é importante ao Estado e no contexto de todo País”. Ele ainda agradeceu ao Estado por todo apoio. “O governador sempre esteve pronto para atender nossas reivindicações dentro do que o gestor pode fazer para atrair mais investimentos”.

Segundo a empresa, um dos diferenciais da unidade é o cuidado com biossegurança da granja, com barreira vegetal e sanitária para evitar entrada de doenças, assim como a atenção a todas as normas de bem-estar animal, entre elas alimentação equilibrada, climatização do ambiente, baias com medidas adequadas e entrada de luz natural nas instalações.

A produção dos leitões de alto padrão genético e sanitário será destinada ao frigorífico da Aurora, em São Gabriel do Oeste. A UPL também vai contribuir para o setor de grãos da região, já que os dejetos poderão ser usados para fertilidade do solo. Além da política de incentivo fiscal, o Governo do Estado ainda contribuiu para a pavimentação de acesso a unidade, que já está seguindo para fase final.

Além do governador, participaram da solenidade de inauguração os secretários Jaime Verruck (Semadesc), Eduardo Rocha (Casa Civil), Hélio Peluffo (Seilog), o presidente da Assembleia, o deputado Gerson Claro e os deputados Renato Câmara e Mara Caseiro, além das demais autoridades.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *