29/05/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Em pavimentação, ‘Estrada do 21’ tem 11 pontes de concreto concluídas em Bonito

Polo de pesca, Albuquerque terá acesso com a BR-262 asfaltado após décadas

Publicado em 15/12/2022 1:20 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com a canalização de águas pluviais que se movimentam da morraria, a obra de pavimentação da MS-345 (Estrada do 21), entre Bonito e Anastácio, exigiu algumas intervenções prioritárias para não paralisar o serviço no período de chuvas – e a construção das pontes de concreto ao longo do trecho de 100 km foi uma delas. São 14 travessias em rios e córregos e, destas, 11 foram concluídas nos lotes 3 e 4 (57 km) – entre Bonito e o distrito de Águas do Miranda.

A implantação da infraestrutura na rodovia estadual pelo Governo do Estado é considerada uma obra emblemática pelos bonitenses, potencializando o ecoturismo e a pesca esportiva no distrito e abrindo mais uma opção de acesso ao destino a partir de Campo Grande, um dos centros emissores de turistas brasileiros e estrangeiros. Com recursos do Fundersul, o Estado investe R$ 212 milhões, com três empresas executando simultaneamente quatro lotes.

As pontes de concreto nos trechos 3 e 4 somam 240 metros de cumprimento e a empreiteira Via Magna está executando serviços complementares, como adequações na base para implantar as cabeceiras. “Construímos essas estruturas em tempo recorde (cerca de nove meses) para não termos problemas com a chegada das chuvas, no fim de ano. Esperamos liberar as pontes para o tráfego no início de 2023”, explica o engenheiro Jerry Gibertoni.

Sentimento de gratidão

Enquanto os serviços de terraplenagem e pre-revestimento seguem avançando para receber a massa asfáltica, em todos os trechos, o sistema de drenagem (galerias, manilhamento e bueiros) chegou primeiro, paralelamente a terraplenagem. “O controle das águas é fundamental para não paralisarmos a obra no período chuvoso”, completa Gibertoni. “Também já concluímos nos lotes 3 e 4 as passagens de animais, dentro do Programa Estrada Viva.”

Acompanhando a evolução da obra, o prefeito de Bonito, Josmail Rodrigues, destaca os investimentos do Estado no município em infraestrutura, habitação, segurança, educação, moradia e saúde. “Em dois anos que estou como prefeito, já são mais de R$ 300 milhões em obras estratégicas para o turismo e para o agronegócio, ações de conservação de água e solo, moradia, enfim. Nosso sentimento é de gratidão ao governador Reinaldo Azambuja”, disse.

Polo de pesca, Albuquerque terá acesso com a BR-262 asfaltado após décadas

Comunidade histórica fundada dois anos (1776) antes de Corumbá, para ser um forte, o distrito de Albuquerque vai ganhar a pavimentação do acesso (MS-432) à rodovia BR-262 sonhada há décadas pelos seus moradores. A obra está sendo executada pelo Governo do Estado, com recursos (R$ 14,8 milhões) do Fundersul, numa extensão de 6,4 quilômetros.

A fortificação planejada pelo governo da província de Mato Grosso não logrou êxito à margem do Rio Paraguai, por ser o local inadequado, contudo a vila prosperou como embrião na fundação da Capital do Pantanal, em 1778, tornando-se um dos principais destinos de pesca esportiva de Mato Grosso do Sul. Por séculos, no entanto, o lugar foi esquecido pelos governos estaduais e municipais, ao contrário da gestão do governador Reinaldo Azambuja.

O deputado estadual Evander Vendramini, uma das lideranças políticas na região, lembra que a pavimentação da MS-432 foi uma luta incessante desde quando era vereador por vários mandatos em Corumbá. “A sensibilidade e o compromisso do governador Reinaldo Azambuja com o municipalismo foram determinantes para que essa obra emblemática se tornasse uma realidade. Vai potencializar o turismo e bem-estar aos moradores”, disse o parlamentar.

Obra em andamento

A preparação para a pavimentação segue em ritmo acelerado, apesar das fortes chuvas que caem na região nessa época do ano, com os serviços de terraplenagem, sub-base e base executados pela empresa Transenge Engenharia e Construção. A massa asfáltica chegará em 2023 até o trevo de entrada ao distrito, valorizando o lugar que já foi chamado de “Albuquerque Velho” para diferenciar-se de “Albuquerque Novo”.

A chegada da infraestrutura conta também com investimentos (R$ 1,8 milhão) da prefeitura de Corumbá, que está ampliando o calçamento com lajota na Avenida Imaculada Conceição, principal acesso ao distrito, em toda a sua extensão. O prefeito Marcelo Iunes anunciou ainda a ampliação da Unidade Básica de Saúde, reformada recentemente, e a disponibilização de uma ambulância para encaminhar os doentes para atendimento em Corumbá.

“O governador Reinaldo Azambuja é um grande parceiro da nossa cidade e está demonstrando isso mais uma vez, atendendo o distrito mais antigo do nosso município com uma obra tão crucial, que é o asfalto. Vai beneficiar não só o turismo, que é muito forte na atividade da pesca, mas facilitar o ir e vir dos moradores, que sempre tiveram dificuldades de acesso em épocas de chuvas. O asfalto também vai promover o desenvolvimento”, destacou Iunes.

A marca do governo

A ligação por asfalto de Albuquerque pela MS-432, cujo acesso pela BR-262 fica distante 10 quilômetros da ponte sobre o Rio Paraguai, atende anseios dos pequenos produtores dos assentamentos Mato Grande e São Gabriel e os pecuaristas da região, facilitando o escoamento da produção. A rodovia estadual também se interliga com a Estrada-Parque (MS-228), numa extensão de 30 quilômetros, e com a MS-433, que dá acesso ao Pantanal do Jacadigo.

Na última temporada de pesca esportiva – março a novembro – o Hotel-Pesqueiro Anhuma recebeu mais de três mil turistas. Por ano, o distrito atrai pelo menos dez mil pescadores amadores, acomodados em pesqueiros e ranchos, e a tendência é aumentar o fluxo com a chegada da infraestrutura. “O distrito vai crescer, tem gente querendo investir e só temos que agradecer ao Governo do Estado por essa obra tão sonhada”, disse o empresário Atilla Lellis.

“O asfalto é uma mudança que trará muito benefícios, para o turismo, que precisa dessa facilidade de acesso para atrair clientes, e para os moradores da região, que sempre enfrentaram o isolamento”, realça empresário do Anhuma. “Sem contar que o asfalto vai garantir o tráfego permanente pela estrada, onde, quando chove, nem o ônibus escolar passava, prejudicando os estudantes e criando transtornos aos turistas”, acrescenta.

“Fico feliz por essa conquista em meu mandato de deputado e, muito mais, com a implantação das estradas primárias (cascalhadas) que vão tirar do isolamento os distritos de Porto Esperança e Forte Coimbra, mais um grande feito do nosso governador”, disse o deputado Vendramini. “O Reinaldo Azambuja vai deixar um grande legado na região como o melhor governador para Corumbá, que recebeu no seu governo os maiores investimentos em todos os setores.”


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *