18/07/2024 - Edição 550

Mato Grosso do Sul

Comissão de transição é instalada no Hospital da Vida

Publicado em 07/08/2014 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Comissão de Transição da administração do Hospital da Vida foi instalada no último dia 6. O grupo fará todos os levantamentos necessários relativos ao funcionamento da unidade, para que a mudança na condução desta seja feita com menor impacto possível à população e buscando a melhoria na qualidade do serviço.

A equipe da comissão é composta por técnicos da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Dourados e da Fundação dos Serviços de Saúde (Funsaud), que vão trabalhar junto com representantes do Hospital Evangélico responsáveis por repassar todas as informações sobre o Hospital da Vida.

“Nós recebemos a unidade de forma transparente e pretendemos repassá-la de forma transparente”, garantiu o membro do Conselho Deliberativo do Hospital Evangélico, Cleverson Daniel Dutra, que na cerimônia de instalação da Comissão representou a diretoria da empresa.

Controle municipal

A medida se faz necessária porque está próximo o dia em que a Prefeitura vai assumir o Hospital da Vida, 1º de setembro. O contrato entre o município e o Evangélico que prevê a administração da unidade, vence no dia 31 de agosto.

“Todos os nossos compromissos com o Hospital Evangélico estão sendo cumpridos e os repasses realizados em dia. Queremos que esta transição relacionada ao Hospital da Vida aconteça com a maior tranquilidade possível, para que o impacto no atendimento à população seja só na melhoria da qualidade do serviço”, afirmou o secretário de Saúde, Sebastião Nogueira.

O Hospital da Vida é a unidade referência em urgência e Emergência para Dourados e 33 municípios da região. Somada, a população destas cidades chega a 800 mil pessoas. Somente em internações, são realizadas em 400 e 500 por mês na unidade. Com a mudança de administração, o objetivo é melhorar a qualidade do serviço prestado.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *