25/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Com secretários de Assistência Social, governador reafirma compromisso com inclusão e segurança alimentar

"MS é um dos Estados que mais crescem no Brasil, e quando cresce gera oportunidades”, afirma Riedel

Publicado em 31/03/2023 1:40 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Na primeira reunião do ano do Coegemas (Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social), na quinta-feira (30), em Bonito, o governador Eduardo Riedel reafirmou o compromisso com a inclusão social e a segurança alimentar e anunciou a criação para 2024 do curso de Serviço Social na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

“Hoje, Mato Grosso do Sul é um Estado que tem o privilégio de ser um dos que mais crescem no Brasil e quando cresce gera oportunidades. Por isso temos a menor taxa de pobreza extrema do Brasil. Fizemos um pacto com o Instituto Mobilidade e Desenvolvimento Social (IMDS), do Armínio Fraga, para ajudar a entender todos os extratos da sociedade sul-mato-grossense, sendo o mais assertivo junto com vocês (gestores da assistência social) nas políticas públicas que podem acessar e melhorar cada vez mais essa situação. Mesmo tendo a 3ª menor taxa de desemprego e a menor taxa de pobreza extrema do Brasil, não podemos ficar parados. Como sempre disse: não vamos deixar ninguém para trás”.

Riedel disse que atendendo a um pedido da categoria, já conversou com o reitor da Uems, Laércio Alves de Carvalho, para a criação em 2024 do curso de Serviço Social para a formação de pessoas qualificadas na Assistência Social. Ele não divulgou detalhes sobre o curso.

O governador defendeu que dentro da política de inclusão, a criação pelos municípios de conselhos para as pessoas com deficiência.

Já a secretária de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Patrícia Cozzolino, declarou que o setor é prioridade da gestão estadual. “Mato Grosso do Sul evolui sem deixar ninguém para trás e é o braço da assistência que faz isso”, disse.

A presidente do Coegemas, Rosane Moccelin, destacou que, na gestão do governador Eduardo Riedel, o Colegiado conquistou 10% de reajuste para o Feas (Fundo Estadual de Assistência Social) e passará a receber o valor de R$ 24 milhões.

O montante é repassado aos municípios para investimento anual em atendimentos, compras de cestas básicas, dentre outros itens assistenciais, além de eventual repasse para entidades do terceiro setor.

E a anfitriã, a primeira-dama de Bonito, Leila Aivi, falou da importância da presença do governador no evento e lembrou do apoio da gestão estadual na recuperação dos estragos causados pela chuva no município.

Também participaram do evento o secretário Eduardo Rocha (Casa Civil); e a secretária Municipal de Assistência Social de Bonito e Vice-Presidente do Coegemas, Vânia Aparecida dos Santos Mugartt, a secretária-executiva da Sead, Elisa Cleia Nobre, entre diversas autoridades.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *