22/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Com rondas escolares em ação, Rede Estadual de Ensino volta às aulas em todo o MS

Monitoramento em tempo real de 298 escolas garante segurança aos estudantes

Publicado em 22/02/2024 11:27 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com viaturas e policiais fazendo rondas nas escolas e em torno delas, a Rede Estadual de Ensino voltou às aulas nesta quarta-feira. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP), já está com as rondas escolares em execução, no mesmo formato bem sucedido que já vem sendo realizado em anos anteriores.

Além disso, outras ações preventivas, tais como palestras, visitação à direção das escolas, entre outras, também fazem parte do Programa Escola Segura, Família Forte/Ronda Escolar, previstas para serem realizadas ao longo do ano.

De acordo com coordenador do programa, Valson Campos dos Anjos, as rondas são feitas nas 75 escolas estaduais da capital, beneficiando 42.480 alunos, 6.000 professores e aproximadamente 250 bairros.

“O alvo do programa é melhorar os indicadores escolares, com o fortalecimento dos vínculos entre segurança pública, escola e família, na prevenção de situações conflituosas, no ambiente escolar e entorno”, destaca o coordenador Valson.

O patrulhamento escolar é feito por policiais militares capacitados e previamente selecionados para o atendimento à comunidade escolar. Além da ronda no entorno das escolas na entrada e saída dos alunos, o programa promove a aproximação da comunidade escolar com a polícia e contribui para a redução dos conflitos no âmbito escolar.

Monitoramento em tempo real de 298 escolas garante segurança aos estudantes

Para garantir segurança e tranquilidade no retorno às aulas, o Governo do Estado faz o videomonitoramento em tempo real de 298 escolas da Rede Estadual de Ensino. Em qualquer caso de urgência e emergência, as equipes que fazem esta vigilância têm um tempo de resposta de até 10 minutos.

O COSI (Centro de Operações de Segurança Integrado), localizado em Campo Grande, é o responsável por fazer este monitoramento. Eles possuem 10 salas e 260 funcionários disponíveis para realizar o serviço. Em quatro turnos, as imagens são acompanhadas 24 horas por dia.

De acordo com o gerente geral do COSI, Vicente Lopes, em qualquer caso de emergência em uma escola, uma equipe do Centro segue para unidade, e neste mesmo instante a Polícia Militar também é acionada para dar todo respaldo caso seja necessário.

“Trabalhamos em conjunto com a segurança pública, inclusive temos aqui unidade do NISE (Núcleo de Monitoramento de Sistemas de Segurança) para dar o suporte necessário. Também ampliamos o monitoramento para a Central de Matrículas e almoxarifados da SED”, afirmou Vicente Lopes.

Lopes destacou que as escolas que são monitoradas têm até 16 câmeras instaladas na unidade e que todos os diretores possuem um aplicativo, onde podem acionar o “botão de alerta” digital para acionar em caso de emergência. “O sistema aqui é acionado de forma automática para que sejam tomadas as devidas providências”.

O aplicativo ainda tem espaço para os diretores fazerem eventuais denúncias ou até requisitar serviços em relação a manutenção ou troca dos aparelhos instalados. O objetivo é garantir segurança aos alunos e profissionais de educação.

“Esta é uma operação moderna, extremamente digital, que faz parte da nossa gestão. É uma forma de monitorar todas estas unidades de forma muito ágil. Estamos buscando um ambiente cada vez mais seguro para os nossos alunos e professores”, afirmou o governador Eduardo Riedel.

Para o secretário estadual de Educação, Hélio Daher, o videomonitoramento traz tranquilidade para as comunidades escolares em todo o Estado. “Trata-se de um projeto pioneiro, criado com o objetivo de garantir um ambiente seguro para nossos estudantes e profissionais das 349 unidades da Rede Estadual, com acompanhamento 24h, equipes de resposta em tempo real e que vem associado à ações como o monitoramento por parte do Núcleo de Inteligência de Segurança Escolar”, explicou.

Cerca de 178 mil estudantes voltaram às aulas na quarta-feira (21), em 349 unidades escolares da REE (Rede Estadual de Ensino) nos 79 municípios do Estado.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *