17/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Com atuação conjunta entre Educação e Segurança Pública, escolas funcionam regularmente em MS

Na Capital, a atuação das equipes responsáveis pelas rondas do programa “Escola Segura, Família Forte” também será intensificada

Publicado em 20/04/2023 9:55 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Para a continuidade das ações de segurança nas escolas da REE (Rede Estadual de Ensino) de Mato Grosso do Sul, a PM (Polícia Militar) vai reforçar – nesta quinta-feira (20) – o policiamento nas unidades escolares estaduais em Campo Grande e no interior.

Além disso, na Capital, a atuação das equipes responsáveis pelas rondas do programa “Escola Segura, Família Forte” também será intensificada. O método de trabalho é realizado principalmente para transmitir segurança à comunidade escolar, especialmente alunos e seus familiares, além de trabalhadores na educação.

“Vamos reforçar a presença da Polícia Militar nas 75 escolas estaduais de Campo Grande. Em cada uma serão destinados pelo menos dois policiais nesta quinta-feira, nos turnos matutino e vespertino. Todas serão atendidas, vamos reforçar o policiamento e dar uma atenção especial nos horários de entrada e saída. E durante as aulas a equipe estará dentro das escolas”, explicou Emerson de Almeida Vicente, comandante do Comando de Policiamento Metropolitano de Campo Grande.

As aulas na REE vão acontecer normalmente nesta quinta-feira (20) em todo o Estado. “O trabalho regular da Segurança Pública e da PM vai continuar, com missões, rondas. Também vamos dar atenção especial as escolas particulares e apoio nas municipais, que vão ser atendidas pela Guarda Civil Metropolitana”, afirmou o coronel Almeida.

O trabalho faz parte das ações desenvolvidas pelo Governo do Estado – anunciadas pelo governador Eduardo Riedel, no dia 12 de abril –, como reforço na ronda policial, ampliação do monitoramento e botão de pânico nas escolas. O foco na segurança da comunidade escolar e atenção máxima para ameaça de violência teve reforços diversos desde a semana passada.

“Além da dupla de policias em todas as escolas estaduais a partir das 6h30 até 17h30, a ronda escolar trabalha a todo instante. É claro que toda a força de segurança do Estado, inclusive da Guarda Municipal estarão preparadas”, afirmou o coordenador do programa “Escola Segura, Família Forte”, na Sejusp (Secretara de Estado de Justiça e Segurança Pública), Valson Campos dos Anjos.

A atuação das equipes da área da segurança pública ocorre de forma coordenada e integrada entre a Sejusp e a SED (Secretaria de Estado de Educação). Na semana passada foi criado o gabinete de gestão de incidentes no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) que envolve a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Metropolitana, além de representantes do programa “Escola Segura, Família Forte”, Semed (Secretaria Municipal de Educação), Conselhos Tutelares e da rede particular de ensino.

Todas as ações de segurança desenvolvida contemplam a Capital e o interior, com apoio das forças de segurança locais, em cada município. “No caso do interior, haverá o policiamento com rondas na entrada e saída das escolas, e também a presença da PM dentro das unidades, com suporte da Polícia Civil e Guarda. Todas as forças de segurança vão estar empenhadas neste sentido”, afirmou o coordenador estadual de gestão escolar da SED, Adalberto Nascimento.

Segurança escolar

Outra frente de atuação é o NISE (Núcleo de Inteligência de Segurança Escolar), que funciona no COSI (Centro de Operações de Segurança Integrado), responsável pelo videomonitoramento de 245 escolas da REE – que tem 348 unidades em MS, com mais de 185 mil alunos. A previsão é que este monitoramento chegue a 298 escolas até o final de abril.

“O núcleo é composto por policiais, professores e psicólogos, para estudar os fenômenos, compilar dados e transformar em conhecimento, apoiando políticas públicas que propiciem melhoria na segurança escolar”, afirmou o coronel Carlos Hudmax, coordenador do NISE.

A equipe do Centro de Operações realiza rondas, monitoramento e atendimento das solicitações dos diretores escolares, para solução de conflitos e problemas técnicos das unidades escolares. “Estamos com toda atenção voltada para a prevenção”, concluiu o coronel Hudmax.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *