29/05/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Capitão Contar falta a mais um debate e Tatá Marques afirma que a tática é velha conhecida da política

Só nesta semana, o candidato faltou a dois debates e três entrevistas previamente agendadas

Publicado em 19/10/2022 12:37 - Semana On

Divulgação Reprodução

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O candidato do PRTB ao Governo do Mato Grosso do Sul, Capitão Contar, faltou hoje ao seu quinto compromisso com a imprensa para apresentar ao eleitor suas propostas de campanha. Desta vez, o candidato deixou na mão os espectadores que acompanhariam o debate promovido pelo SBT MS/Top Mídia News.

É a quinta vez que Contar foge da imprensa e dos campo-grandenses. Ele já havia faltado as entrevistas na TVE, na Band e no site Campo Grande News, e do debate promovido pelo site Midiamax. Tudo nesta semana. A atitude tem sido apontada como um desrespeito ao eleitor, que fica sem saber se Contar tem propostas para o futuro do Estado.

Diante do abandono de Contar ao compromisso público, Eduardo Riedel (PSDB), candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul pela Coligação Trabalhando por um Novo Futuro (Número 45), participou novamente, sozinho, do que seria um debate. O mesmo ocorreu no Midiamax, onde Riedel respondeu a todas as perguntas tendo como companhia um púlpito vazio, que deveria ter sido ocupado por seu adversário.

Riedel comentou a atitude de Contar. Para ele, um desrespeito ao eleitor. “É muito ruim. Uma covardia com a democracia e com as pessoas deste Estado. Fugir do enfrentamento de ideias e propostas é péssimo para todos. Se ele foge do diálogo agora, o que faria como governador?”, questionou.

Riedel reafirmou que participará de todas as entrevistas e debates marcados neste segundo turno das eleições para o Governo do Estado. “Eu vou a todos os debates em respeito ao cidadão, ao eleitor e à eleitora sul-mato-grossenses”.

O candidato também ressaltou a incapacidade de seu adversário, Capitão Contar, em apresentar propostas. “Se ele não consegue responder as perguntas feitas em entrevistas e debates é porque não tem a menor capacidade de governar o Estado. É um risco para o desenvolvimento e para a democracia do Mato Grosso do Sul. A atitude dele hoje mostra de fato quem ele é”, criticou.

Tatá Marques afirma que a tática é velha conhecida da política

Em sua fala de abertura o apresentador Tatá Marques deixou claro que a falta foi lamentável, já que o compromisso havia sido assumido e assinado oficialmente pelas candidaturas no dia 22 de agosto, tempo suficiente para que houvesse organização da agenda. Em entrevista ao vivo ao canal, semana passada, Contar havia confirmado sua presença no debate.

“O candidato usa de suas estratégias estabelecidas pelos seus marqueteiros, e essa de faltar a debates é velha na política. Ele fala tanto sobre o Lula, que o mesmo é seu adversário, mas usa da mesma tática do ex-presidente que também disse que não irá comparecer ao debate no SBT. Contar está muito confortável pelo jeito, mas quero lembrar que as pesquisas eleitorais nem sempre estão corretas e ficar em casa por segurança nem sempre é um bom caminho. A atitude é lamentável, um erro desrespeitoso e quem sai prejudicado é eleitor e a democracia”, disse o apresentador.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *