25/04/2024 - Edição 540

Legislativo

Governo vai lançar programa de incentivo ao uso de GNV

Proposto por Gerson Claro, programa será lançado no próximo dia 5 de maio

Publicado em 28/04/2023 1:49 - Semana On

Divulgação ALEMS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Governo do Estado lança no próximo dia 5 de maio um programa de incentivo à conversão de veículos com motores a álcool e gasolina para utilização do Gás Natural Veicular (GNV), que tem como base uma proposta apresentada pelo deputado Gerson Claro.

Além da isenção do IPVA e a redução de 17 para 12% da alíquota incidente sobre a venda do gás, será suspensa a cobrança de R$ 1.136,35 em taxas cobradas pelo Detran e o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia).  A MS-Gás concederá um voucher (crédito) de R$ 1 mil em GNV, suficiente para rodar 3 mil quilômetros.

Sem computar o impacto no preço final do GNV da redução de quase 30% do ICMS (de 17% para 12% a alíquota), as medidas vão garantir economia de R$ 2.136,45 aos donos de veículos. Este valor sobe para R$ 6.632,79, caso de quem tenha um veículo com IPVA de R$ 4.496,34, caso um Toyota Corolla Altis modelo 2020. Eles poderão reverter este valor para pagar a conversão, que custa em torno de R$ 6 mil.

O programa implementa e amplia    propostas apresentadas pelo deputado Gerson Claro, em abril de 2019, sob o formato de indicação, com uma minuta de projeto.  Beneficiará principalmente os 8 mil motoristas de aplicativos e taxistas que hoje circulam em Campo Grande.

Nesta semana, o deputado se reuniu com  Fuad Salamene e Alfredo Orlando,  dirigentes do Sindicato dos Motoristas de Aplicativos, que há 4 anos ajudaram na construção do projeto que agora será implementado . ” O GNV, além de mais barato que a gasolina, é um combustível limpo, não-poluente”. Atualmente só há 4.771 veículos registrados no Detran que usam GNV, o equivalente a 0,27% da frota estadual de 1.767.346.  Pela estimativa de Fuad Salamene, há quase o dobro de veículos (8 mil), rodando com o GNV sem estarem regularizados no Detran e no Inmetro.

Ele está convencido de que o programa vai estimular muitos motoristas a optarem pelo GNV e aqueles que já o fizeram informalmente vão se regularizar motivados pela isenção das taxas do Detran e do Inmetro.

Atualmente o motorista além de pagar pelo kit GNV e a conversão , gasta R$ 450,00 na vistoria de aferição do Inmetro ; R$ 100,96 de vistoria veicular anual  (2,13 Unidades Fiscais – UFERMS ) ; R$ 93,85 de  autorização para mudar as características do veículo (1,98 UFERMS);  R$ 201,45  (4,25 UFERMS) de vistoria após a instalação do kit e R$ 290,88 (6,12 UFERMS)  para emissão do novo Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo.

Vantagens 

Pelos estudos que a assessoria do deputado reuniu com técnicos da MS-GAS e especialistas do mercado, um metro cúbico de GNV, que corresponde a 1,22 litro de gasolina e 1.35 litro de álcool, com preço médio de R$ 4,70, é suficiente para rodar entre 20 e 17 km (com ar-condicionado ligado), enquanto o rendimento com o uso de gasolina, oscila para 12 ou 10 km .A economia com GNV  atinge 60%, sendo recomendado para quem roda acima de 1.000 km por mês .


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *