01/03/2024 - Edição 525

Legislativo

Deputado Amarildo Cruz sugere redução da tarifa mínima de água em MS

Publicado em 06/11/2017 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

No intuito de beneficiar a população menos favorecida economicamente, que tem dificuldade em pagar contas de necessidades básicas, como água e energia, o deputado estadual Amarildo Cruz (PT) apresentou uma indicação, solicitando ao governador Reinaldo Azambuja e ao diretor-presidente da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), a redução da tarifa de consumo mínimo de água e de esgoto.

O parlamentar alega que muitas famílias em Mato Grosso do Sul acabam arcando com uma conta de água "salgada", que compromete boa parte do orçamento familiar, sem contar que muitas delas não consomem os 10 m³, previsto em lei.

"Temos muitas famílias de baixa renda em nosso estado que arcam com as despesas básicas de uma casa com muita dificuldade. Sabemos ainda que muitas pagam por um serviço que não consomem, visto que muitas não alcançam o limite de consumo para o pagamento da tarifa mínima", disse Amarildo.

O deputado destacou o alto valor da tarifa paga em uma conta de água. "Somente de tarifa de manutenção o cidadão paga R$ 69,41, sendo desses R$ 42,70 tarifa mínima de água e R$ 26,71 de esgoto. Àquele que consumir além dos 10 m³, começa a pagar a mais. Se colocarmos na ponta do lápis, percebemos o quão salgada é essa conta. A nossa proposta é que haja redução na tarifa de consumo mínimo, ou ainda que o cidadão pague somente aquilo que ele consumir", justificou o deputado, afirmando que essa seria uma medida justa.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *