24/04/2024 - Edição 540

Legislativo

Deputado Amarildo cruz flagra derrubada de mata nativa no Parque dos Poderes

Publicado em 10/11/2017 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Mais um flagrante de desmatamento em meio ao Parque dos Poderes, em Campo Grande. Desta vez, a derrubada de árvores nativas aconteceu ao fundo da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, na manhã da última terça-feira (7). A constatação feita pelo deputado estadual Amarildo Cruz (PT).

"Recebemos a denúncia de que máquinas faziam a derrubada de árvores e retirada da vegetação nativa da área. Fomos até o local e constatamos que a Prefeitura de Campo Grande autorizou a realização da obra que faz parte do Complexo Mata do Jacinto", disse o parlamentar, que tem destacado a preservação do meio ambiente em suas manifestações no legislativo estadual.

Para o deputado, a área deveria ser protegida pelo Poder Público já que concentra espécies raras de vegetação, além de ser habitat de muitos animais silvestres. "Não podemos permitir que uma área como essa, rica em fauna e flora tenha autorização para ser desmatada. É dever do Poder Público preservar essa riqueza natural e não incentivar o desmatamento", argumentou.

O parlamentar cobrou também um posicionamento do Ministério Público Estadual a respeito da obra. "O MPE fez um levantando das espécies de árvores e a quantidade dos exemplares na área depois que a Procuradoria Geral do Estado deu início a um desmatamento na mesma área, alguns meses atrás. Quero saber se o órgão está de acordo com essa ação, se vai se manifestar", questionou.

O deputado Amarildo Cruz é autor do projeto de lei que cria o Complexo de o Complexo de Preservação, Proteção e Recuperação Ambiental dos Poderes do Estado de Mato Grosso do Sul. O projeto proíbe a derrubada de qualquer vegetação, obras de terraplanagens, abertura de canais, atividades que causam erosões e assoreamento e exploração de recursos naturais no Parque Estadual do Prosa, Parque dos Poderes e no Parque das Nações Indígenas.

"Para combater ações como essa, que impactam o meio ambiente é que estou brigando para aprovar o projeto de lei que visa, exclusivamente, a proteção legal dessa área", finalizou.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *