19/07/2024 - Edição 550

Legislativo

Com presidente do Paraguai, 1º secretário da ALEMS visita obras da Ponte Bioceânica

Acompanhado pelo presidente do Paraguai, Santiago Peña, e pelo prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra, Paulo Corrêa destacou importância do projeto

Publicado em 13/11/2023 3:03 - Semana On

Divulgação ALEMS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Acompanhado pelo presidente do Paraguai, Santiago Peña, e pelo prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra, o 1º secretário da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Corrêa (PSDB), vistoriou, na sexta-feira (10), as obras da Ponte Bioceânica, localizada entre Porto Murtinho e Carmelo Peralta.

A construção está em um estágio avançado, com 40% de execução, e é projetada para impulsionar o desenvolvimento econômico e social da região. Além disso, visa facilitar a integração entre Brasil, Paraguai, Argentina e Chile, e melhorar a logística de exportação para o continente asiático, principal consumidor das nossas mercadorias.

Paulo Corrêa expressou sua satisfação com o andamento da obra, a qualidade da megaestrutura e o cumprimento cronograma de execução. “Estamos totalmente comprometidos com a conclusão da ponte, pois ela trará inúmeros benefícios para a população sul-mato-grossense. Este é um marco na história de Mato Grosso do Sul e promoverá o crescimento econômico em diversas áreas. A Rota Bioceânica é a nossa prioridade número um”, afirmou.

Ao ser concluída, a ponte deverá reduzir as distâncias, gerando uma diminuição considerável nos custos de transporte para diversas cadeias produtivas, o que promoverá mais competitividade aos produtos locais. Isso, por sua vez, atrairá novos investimentos privados e contribuirá para a geração de mais empregos e renda.

“Revisamos o andamento da construção da ponte que ligará os municípios de Carmelo Peralta e Porto Murtinho, no âmbito do Corredor Rodoviário Bioceânico. Avançamos com determinação para posicionar o Paraguai como centro logístico da região”, publicou o presidente Santiago Peña nas redes sociais, em registro ao lado de Paulo Corrêa.

A obra está sendo executada pelo consórcio PYBRA, com investimentos da Itaipu Binacional, que totalizam US$ 100 milhões, aproximadamente R$ 500 milhões. A previsão é que seja concluída no primeiro semestre de 2025.

A ponte terá 1294 metros de comprimento, um vão livre de 340 metros sobre o Rio Paraguai e uma altura de 30 metros para garantir a navegabilidade hidroviária. A passarela internacional terá como destino os portos chilenos de Mejillones, Antofagasta, Tocopilla e Iquique.

Também acompanharam a visita técnica a ministra do Obras Públicas e Comunicações do Paraguai, engenheira Claudia Centurión, o presidente da Câmara Municipal de Porto Murtinho, vereador Elbio Balta, e a vereadora Regina Heyn.

Serviço

Saiba mais sobre o assunto, acessando a página especial do 1º Fórum Integração dos Municípios do Corredor Bioceânico, realizado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) em maio de 2022.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *