18/05/2024 - Edição 540

Legislativo

Amarildo Cruz questiona descumprimento da lei de cotas em concurso da UEMS

Publicado em 11/09/2018 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Autor da lei estadual nº 3.594/2008, que prevê 20% das vagas para negros em concursos públicos em Mato Grosso do Sul, como medida de promoção da igualdade de oportunidades no mercado de trabalho, o deputado estadual Amarildo Cruz (PT) questionou o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, a secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta e o reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Fábio Edir Dos Santos Costa, sobre o edital nº 64/2018 do Concurso Público de Provas e Títulos para o cargo de professor de Ensino Superior da instituição.

Os editais publicados no dia 5 de setembro deste ano no site da instituição oferecem 13 vagas para professores de Ensino Superior nas áreas de Administração, Ciências Econômicas, Pedagogia, Ciências da Computação e Matemática para as cidades de Ponta Porã, Paranaíba e Nova Andradina, sendo que deste total não há reserva de vagas para candidatos negros.

“A legislação precisa ser respeitada, ainda mais quando se trata de uma instituição pública de ensino. A reserva de cotas para negros em concursos públicos do nosso Estado é uma conquista muito importante, pois depois da aprovação dessa lei o percentual de negros no serviço público de MS saltou de 2% para 11%”, comentou o parlamentar.

As inscrições para o concurso da UEMS seguem abertas até dia 5 de outubro e o deputado ressaltou que aguarda uma providência no sentido de corrigir essa falha com urgência.

“Essa lei completa dez anos desde sua implantação e, infelizmente, ainda nos deparamos equívocos como esse que não observam a reserva das cotas para negros, mas acredito que a reitoria da universidade não se negará a corrigir esse equívoco cometido nos editais”, concluiu Amarildo Cruz.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *