25/04/2024 - Edição 540

Legislativo

“A Reforma Tributária é urgente, necessária e precisa atender MS”, diz Paulo Corrêa

O sistema tributário brasileiro é um dos mais complexos do mundo

Publicado em 27/04/2023 10:58 - Semana On

Divulgação ALEMS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O sistema tributário brasileiro é um dos mais complexos do mundo. Por aqui, os tributos são cobrados de quatro formas distintas: sobre a renda, trabalho, patrimônio e consumo, causando grande impacto na vida do contribuinte e, por vezes, gerando distorções na economia e ampliando as desigualdades.

Na avaliação do deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), o modelo brasileiro de tributação sobre o consumo tornou-se, com o tempo, complexo, desequilibrado e injusto, necessitando, portanto, de uma reforma que promova simplificação e justiça fiscal ao contribuinte.

“Temos uma das cargas tributárias mais pesadas do mundo e esse é um problema que afeta o dia a dia de todos os brasileiros. Interfere na atração de empresas, na geração de emprego e renda, na capacidade de investimento dos governos nas políticas públicas que a população precisa, além de penalizar principalmente as pessoas mais pobres”, defendeu o 1º secretário da Assembleia Legislativa.

Pensando em ampliar a discussão sobre o assunto, o parlamentar, em conjunto com o deputado Pedrossian Neto (PSD), convocou uma audiência pública para discutir o tema e elencar os principais pontos de interesse de Mato Grosso do Sul, que serão defendidos pela bancada federal no Congresso Nacional.

“É um assunto que vai ser discutido nacionalmente, mas estamos aqui marcando posição e levantando os pontos que são relevantes para o Estado, porque a Reforma Tributária é urgente, necessária e precisa atender os interesses de Mato Grosso do Sul”, defendeu Paulo Corrêa.

Serviço

A audiência pública acontece no dia 8 de maio, às 14h, no plenário Deputado Júlio Maia, na Casa de Leis. Estarão presentes os deputados estaduais, federais, senadores, secretários de Estado, prefeitos, vereadores, representantes de diversos segmentos da sociedade, além do governador Eduardo Riedel.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *