13/04/2024 - Edição 540

Cultura e Entretenimento

Alunos da Reme apresentam projetos de literatura e arte desenvolvidos nas escolas

Confira a programação, que se estende até 20 de dezembro

Publicado em 25/11/2022 12:15 - Semana On

Divulgação PMCG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Dança, música, teatro, poesia e diversas apresentações marcaram o encerramento do II Liare – Literatura e Arte na Rede Municipal de Ensino (Reme), realizado esta tarde no Centro de Convivência do Idoso Vovó Ziza. O projeto incentiva a produção literária, leitura e o desenvolvimento de diversas expressões artísticas nas escolas de ensino fundamental e EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil).

Organizados em stands, alunos e professores de 33 unidades escolares expuseram os trabalhos desenvolvidos durante o ano letivo. Os mais variados temas foram abordados, do conto de fadas ao cordel, das obras da Semana de Arte Moderna ao cancioneiro de Délio e Delinha.

“Eu sempre gostei de trabalhar com leitura e produção de texto e quando tratei dos gêneros textuais, percebi o interesse dos alunos pela literatura de cordel. É muito importante este papel na escola, pois dificilmente fora do ambiente escolar, o aluno teria contato com este tipo de literatura, com essa parte da cultura popular brasileira”, afirmou a professora de Língua Portuguesa Julieth Milan Albres.

A empolgação e a desenvoltura dos alunos em suas apresentações, comprovaram que o trabalho de incentivo tem dado frutos. Trajado como um típico nordestino, o aluno Henrique Romani Maluf Sutil, da Escola Municipal José Dorilêo de Pina, participou com alegria do projeto. “Primeiro aprendemos como é composto o cordel e depois a professora nos incentivou a escrever poemas sobre causos e sentimentos. Eu nunca tinha ouvido falar em cordel, mas acabei me encantando. Eu já gostava de ler e agora gosto ainda mais”.

A EMEI Clebe Brazil levou ao evento as relações étnico-raciais e a luta antiracista. “Trabalhamos o livro ‘Cada um com seu jeito, cada jeito é de um!’, da escritora Lucimar Rosa Dias. O objetivo era explorar toda a história com as crianças, debater de forma lúdica o orgulho da cor, do tipo de cabelo e das diferenças. A ludicidade é uma ótima maneira para trabalhar a literatura com os pequenos que ainda não sabem ler”, afirmou a professora de educação infantil Sheila Azevedo Ferreira.

Para o Secretário Municipal de Educação Lucas Henrique Bitencourt, a aproximação dos alunos de todas as idades com a literatura e as artes é de grande importância. “Fomentar o incentivo à literatura e às expressões artísticas é garantir o desenvolvimento pleno de nossos alunos. Este encerramento é a oportunidade de garantir a visibilidade do trabalho realizado dentro das unidades escolares”.

Embora a culminância do II Liare tenha acontecido nesta quarta-feira, as ações voltadas à leitura e às artes seguem sendo desenvolvidas nas escolas e Emeis até o final do ano letivo. Para conferir os eventos que já foram realizados e que ainda acontecerão em 2022, acesse a Linha do Tempo Liare, disponível em: https://padlet.com/liare2022/7aa9uzi3dyg22s6n

 


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *