21/07/2024 - Edição 550

AUAU MIAU

Obesidade em gatos e cachorros: entenda mais sobre essa epidemia silenciosa

Pets podem ter problemas em locais como articulações e coração; saiba como evitar

Publicado em 21/10/2023 8:44 - Ana Mércia Brandão – Fórum

Divulgação Reprodução

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A obesidade é um problema que afeta não só os humanos. Gatos e cachorros também podem se tornar obesos. Embora os pets gorduchos sejam uma fofura de se olhar, o excesso de peso pode trazer sérios problemas de saúde para os animais.

Um animal está com sobrepeso quando está 10% acima do peso médio recomendado. Já a obesidade ou hiperobesidade acontece quando o peso está 15% acima do esperado.

Quais os problemas

A obesidade em animais domésticos pode gerar uma série de problemas para os pets. Entre eles estão problemas articulares, cardíacos, insuficiência hepática e gordura no fígado.

No caso dos gatos, os riscos são ainda maiores. Os gatinhos podem desenvolver tromboembolismo, uma condição que acontece quando as artérias femorais ficam entupidas. O problema pode ser notado se o gato fica com as patas para trás. Ele pode evoluir e causar paralisia do animal, que pode acabar sendo sacrificado.

Um estudo recente apontou que cães que nascem com peso inferior ao normal apresentam gordura subcutânea mais espessa na idade adulta, determinando um estado de sobrepeso que pode desencadear a obesidade.

Como ajudar os animais

É necessário incentivar que os animais se movimentem, levando-os para passear e brincando com eles. Também deve-se fazer dietas para os pets manterem uma alimentação correta, com a ajuda de um veterinário.

Para os cachorros é mais fácil, já que eles são mais suscetíveis aos comandos dos humanos. Para os gatos, seres mais relutantes em obedecer comandos, uma alternativa é colocar sua comida em locais altos, para ele se exercitar e brincar enquanto vai buscá-la.

Também existem, para a medicina veterinária, produtos que transportam os alimentos para a formação de músculos e não para a formação de gordura.

Leia outros artigos da coluna: AUAU MIAU

Victor Barone

Jornalista, professor, mestre em Comunicação pela UFMS.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *