19/07/2024 - Edição 550

AUAU MIAU

O perigo do soluço em filhotes de cachorros!

Publicado em 08/01/2014 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Se você tem cão você já deve tê-lo visto soluçar – e se for um filhote com certeza você já viu! Muita gente fica preocupada com isso. Afinal, é normal? Bom, antes de responder, é bom explicar o que é o soluço e porque ele acontece.

O que é o soluço?

A definição “enciclopédica” diz que: “O soluço é um fenômeno reflexo que se manifesta por contração espasmódica e involuntária do diafragma, prosseguida de movimento de distensão e de relaxamento, através do qual o pouco ar que a contração forçara a entrar no estômago é expulso com um ruído característico.”

Daí que ele, o soluço, pode acontecer nos seres humanos e também nos animais, como cães e gatos.

Por que os filhotinhos são mais propensos a terem uma crise de soluços?

Até os 6 meses de vida é comum você observar que seu filhote de cachorro soluça por vários minutos, várias vezes ao dia. Não é tão comum isso acontecer com cães mais velhos. Isso acontece porque os filhotinhos são mais propensos a se entusiasmarem com novidades. Sair à rua, ganhar um brinquedinho novo, ver o dono.. tudo é motivo para muita festa! E é esse entusiasmo que vai gerar uma respiração ofegante seguida de… soluços!

Outra coisa que pode provocar uma crise é comer ou beber muito rapidamente; algo que ocorre bastante com filhotes afobados. Repare que as crises são comuns após as refeições.

Existem outros fatores, mas esses são mais raros – são os casos de estresse, fadiga e nervosismo.

Quanto tempo dura uma “crise de soluços” em cães?

Normalmente a crise de soluções dura poucos minutos. Ela surge repentinamente e vai embora da mesma forma. Na grande maioria das vezes de maneira espontânea.

O que fazer para interromper uma crise de soluções em cães?

Ok, seu filhote está soluçando há alguns minutos e isso te causa uma má impressão – você quer “socorrê-lo” interrompendo a crise. Saiba que, antes de mais nada, é muito pouco provável que a crise possa provocar qualquer tipo de transtorno no animal – exatamente como ocorre com os seres humanos. Por outro lado, não há remédio para interromper a crise. O que existe são algumas ações que podem modificar o ritmo da respiração dele – provocando uma alteração você interrompe o soluço.

Eis o que vale a pena ser tentado:

dê-lhe um susto! Grite! Jogue algo no chão perto dele!

faça-o correr ao seu lado. Uma única disparada pode interromper o soluço

ofereça algum petisco, algo que ele goste de comer. Ao ingerir a coisa, o soluço deve parar.

o mesmo vale para água. Beber água pode acabar com o soluço

E a resposta para a pergunta é….

Agora sim, podemos responder a pergunta sobre a “normalidade e os perigos do soluços em cães”: como você viu nesse artigo, não só é normal como os soluços não representam perigo algum.

Portanto, nada de desespero ou preocupações infundadas. Soluçar é algo comum para todo ser vivo que tenha diafragma – exatamente o caso dos seres humanos, dos cães e dos gatos.

Existem casos raríssimos onde uma crise de soluços pode significar um problema mais sério. Fique atento para esses sinais (em conjunto, eles pedem a observação de um veterinário):

soluços persistente, com mais de 30 minutos de duração

além de soluçar o animal tosse conjuntamente

a temperatura do corpo do pet está muito baixa

Você já viu um filhotinho com soluços? Veja no vídeo abaixo (você vai perceber como, mesmo sabendo que é inofensivo, nós queremos que o soluço pare):

 

Leia outros artigos da coluna: AUAU MIAU

Alexandre


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *